Está offline. para recarregar esta página conecte-se a uma rede.
Hoje
15º / 17º
Floresta

Viana do Castelo assinala Dia Mundial da Árvore com plantação de 3.500 árvores em área de 3 hetares

  • Notícias
  • Viana do Castelo assinala Dia Mundial da Árvore com plantação de 3.500 árvores em área de 3 hetares
O Município de Viana do Castelo vai assinalar o Dia Mundial da Árvore | Floresta, que se celebra a 21 de março, com a plantação de 3.500 carvalhos e pinheiros numa área de três hectares em Vilar de Murteda.
Floresta | 20 março 2019

Esta ação de plantação vai envolver 98 estudantes, entre alunos da Escola de Hotelaria e Turismo de Viana do Castelo, Escola Básica Pintor José de Brito e centro de formação Despertar.

A ação vai contar com a colaboração do Núcleo Escola Segura da Guarda Nacional Republicana (GNR), Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA), equipas de Sapadores, associações de baldios, União das Freguesias de Nogueira, Meixedo e Vilar de Murteda, Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF).

As Nações Unidas deliberaram, numa Resolução de novembro de 2012, que o dia 21 de março de cada ano seja celebrado, desde 2013, como o Dia Internacional das Florestas.

Esta decisão, que teve como ponto de partida os sucessos alcançados com o Ano Internacional das Florestas 2011, assume como objetivo principal garantir que as gerações futuras continuarão a beneficiar dos múltiplos serviços e produtos que devemos a todos os tipos de florestas, defendendo para tal um incessante empenho na gestão sustentável das florestas, em paralelo com um continuado esforço de conservação e ordenamento dos espaços florestais naturais.

No dia 22 de março, os cafés da cidade vão distribuir papiros com poesia, com os 90 poemas que participaram no passatempo “Um poema pela Árvore”.

Recorde-se que a Câmara Municipal de Viana do Castelo, no âmbito da sua Agenda do Ambiente e da Biodiversidade para o quadriénio 2017-2021 tem em curso a Estratégia Municipal para a Conservação da Natureza, tendo planeada a plantação de 115 mil árvores autóctones nas Áreas de Reabilitação Ecológica (áreas classificadas e ardidas), numa área total estimada de intervenção de 100 hectares. As espécies a plantar são, entre outras, o freixo, o carvalho, o sobreiro e o pinheiro, que vão substituir infestantes e recuperar áreas ardidas. Nas inúmeras ações previstas serão envolvidas associações, comunidades educativas, empresas e comunidade em geral.

As plantações fazem parte da programação do Ano Municipal para a Recuperação da Floresta Nativa Portuguesa, que o Município está a assinalar com mais de duas dezenas de atividades.

Resumo
Categoria
Floresta