Está offline. para recarregar esta página conecte-se a uma rede.
Hoje
18º / 26º
Floresta

Empresas de Viana do Castelo parceiras na reflorestação das áreas de reabilitação ecológica

  • Notícias
  • Empresas de Viana do Castelo parceiras na reflorestação das áreas de reabilitação ecológica
Este fim-de-semana, empresas de Viana do Castelo foram parceiras na reflorestação das áreas de reabilitação ecológica.
Floresta | 8 janeiro 2019

No âmbito da Estratégia Municipal para a Conservação da Natureza, a Câmara Municipal de Viana do Castelo promoveu uma nova ação de plantação de 1000 espécimes de Pinus sp no Monumento Natural da Ribeira de Anha com a ajuda de empresas vianenses. A plantação realizou-se com a participação de sete empresas vianenses: Casa Peixoto, Murtagh, NQDA, Rádio Alto Minho, Sanitop, Tobor e Triauto, numa iniciativa que corresponde à 2ª fase da estratégia de recuperação ecológica das áreas classificadas para a biodiversidade e geodiversidade do concelho de Viana do Castelo, iniciada naquele monumento natural.

No mês de novembro, recorde-se, a mesma área foi intervencionada para o corte e arranque de invasoras lenhosas. Depois, em dezembro, realizou-se uma plantação com o Agrupamento de Escolas de Santa Maria Maior e o Agrupamento de Escolas do Monte de Ola, num momento que envolveu mais de 250 alunos.

O Monumento Natural Local da Ribeira de Anha é uma das 13 áreas de regeneração ecológica (ARE) que serão intervencionadas para a recuperação da qualidade ecológica e, por conseguinte, para garantia da manutenção do património genético instalado e que é garantia de bens e serviços de ecossistema também vitais à qualidade de vida dos munícipes. Sendo também vegetação mais resistente e resiliente ao fogo, a plantação de espécies nativas garante também melhor proteção aos elementos da geodiversidade conservados naqueles espaços naturais.

O município de Viana do Castelo, lançadas que estão as bases da 2ª fase de intervenção (plantação promovida pelo tecido escolar e empresarial), está a desenvolver os primeiros contactos para estabelecer a rede de entidades parceiras (do tecido social e empresarial) que apadrinharão cada uma das 13 ARE’s no sentido de garantirem, juntamente com o município, a implementação de um programa de monitorização-ação que garanta o sucesso da eliminação das invasoras e a prosperidade da vegetação nativa daquelas áreas, garantindo a manutenção da sua qualidade ecológica.

A Estratégia Municipal para a Conservação da Natureza constitui um eixo de desenvolvimento do município que se posiciona Viana do Castelo como um campus de Ciência e do Conhecimento.

Resumo
Categoria
Floresta