Está offline. para recarregar esta página conecte-se a uma rede.
Hoje
22º / 28º
Mar

CMIA promove proteção do borrelho-de-coleira-interrompida

  • Notícias
  • CMIA promove proteção do borrelho-de-coleira-interrompida
O Borrelho-de-coleira-interrompida é uma ave limícola de pequenas dimensões que habita nas praias arenosas do nosso concelho e a sua nidificação ocorre nos areais entre os meses de Abril a Junho. Os ovos confundem-se parcialmente com a cor da areia, ficando sujeitos ao pisoteio humano.
Mar | 20 maio 2017

O Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental de Viana do Castelo (CMIA), tal como em anos anteriores, encontra-se a desenvolver diferentes projetos na área do voluntariado ambiental. Uma dessas áreas de atuação é a proteção de ninhos de Borrelho-de-coleira-interrompida (Charadrius alexandrinus), ave limícola de pequenas dimensões que habita nas praias arenosas do nosso concelho e a sua nidificação ocorre nos areais entre os meses de Abril a Junho. Uma das estratégias de defesa contra os predadores é o facto de a cor dos ovos se confundir parcialmente com a cor da areia, no entanto ficam sujeitos ao pisoteio humano por não serem facilmente visíveis.


Tal como em anos anteriores, em parceria com a ANABAM (Associação Naturalista Baixo Minho, Galiza), o CMIA dinamiza no início do segundo trimestre do ano uma ação de informação a voluntários sobre formas de identificar estes ninhos.  

Os voluntários e/ou munícipes que encontrem ovos de Borrelho-de-coleira-interrompida, poderão entrar em contato com a equipa técnica do CMIA informando a sua localização para posterior colocação das redes de proteção e monitorização.

 

De registar que desde 2014 já foram protegidos mais de 45 ninhos, com uma taxa de nascimentos superior a 50%, nas praias do nosso concelho, sempre com o apoio da Capitania do Porto de Viana do Castelo e das Juntas de Freguesia do litoral.

Resumo
Categoria
Mar