Está offline. para recarregar esta página conecte-se a uma rede.
Resíduos

Semana Europeia de Prevenção de Resíduos 2016

  • Notícias
  • Semana Europeia de Prevenção de Resíduos 2016
A Câmara Municipal de Viana do Castelo, através do Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental e dos Serviços Municipalizados de Saneamento Básico, irá aderir pelo 8º ano consecutivo às comemorações da Semana Europeia de Prevenção de Resíduos.
Resíduos | 19 novembro 2016

A Câmara Municipal de Viana do Castelo, através do Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental e dos Serviços Municipalizados de Saneamento Básico, irá aderir pelo 8º ano consecutivo às comemorações da Semana Europeia de Prevenção de Resíduos

As comemorações, que decorrem de 19 a 27 de Novembro de 2016, têm por objetivo principal um maior desenvolvimento da consciencialização sobre a estratégia de prevenção de resíduos e na promoção de boas práticas de prevenção de produção.

Durante esta semana irão decorrer diferentes atividades, para diferentes públicos.

No dia 21 de Novembro, realizar-se-á uma sessão de esclarecimento/adesão à compostagem domiciliar, em que os participantes poderão levar o seu próprio compostor e assim contribuir para que os seus biorresíduos não sejam encaminhados para aterro sanitário. Para o público escolar, mais propriamente alunos do ensino secundário, decorrerá uma miniconferência “Plásticos no mar, investigação para a sustentabilidade”, com a presença de Margarida Gomes, representante da Associação Portuguesa de Lixo Marinho e a investigadora Conceição Paiva, do Departamento de Eng. de Polímeros, da Universidade do Minho.

Durante toda esta semana estarão ainda, distribuídos pelas ruas da cidade, fardos de resíduos provenientes dos ecopontos e que são encaminhados para as empresas recicladoras, com mensagens alusivas à separação de resíduos. Esta iniciativa será mais uma sensibilização aos munícipes, lembrando a necessidade de separar os nossos resíduos: em 2015, cada vianense produziu cerca de 367Kg de resíduos indiferenciados que foram para aterro sanitário, sendo que cerca de 80% desses resíduos poderiam seguir as diferentes vias de valorização.